Vinagre de Maçã Ajuda a Perder Peso?

Tomografias confirmam que o consumo diário de vinagre pode levar a perda significativa de gordura abdominal.

Se ainda não o fizeram, podem subscrever aos novos vídeos aqui

Notas do Dr. Michael Greger

Estou excitado de finalmente chegar a este tópico. Insiram “vinegar” em pubmed, e 40.000 estudos vêm à tona! Levei um bocado para digeri-los a todos, mas estou tão contente que o fiz, já que é algo que causou uma mudança na minha própria dieta. Agora tento adicionar vários vinagres na minha dieta. O clan Esselstyn anuncia uma companhia chamada Olive Tap, mas parecem muito caros.

Esta é a primeira parte de uma série de 5 vídeos. Preparem-se para:

 

Para mais abordagens holísticas à perda de peso, vejam:

 

Tem uma questão para o Dr. Greger sobre este vídeo? Deixe-a na secção de comentários do original Does Apple Cider Vinegar Help with Weight Loss? e ele procurará responder-lhe!

Fontes citadas

J B Kohn. Is vinegar an effective treatment for glycemic control or weight loss? J Acad Nutr Diet. 2015 Jul;115(7):1188.

F Brighenti, G Castellani, L Benini, M C Casiraghi, E Leopardi, R Crovetti, G Testolin. Effect of neutralized and native vinegar on blood glucose and acetate responses to a mixed meal in healthy subjects. Eur J Clin Nutr. 1995 Apr;49(4):242-7.

M F McCarty. AMPK activation–protean potential for boosting healthspan. Age (Dordr). 2014 Apr;36(2):641-63.

S Sakakibara, R Murakami, M Takahashi, T Fushimi, T Murohara, M Kishi, Y Kajimoto, M Kitakaze, T Kaga. Vinegar intake enhances flow-mediated vasodilatation via upregulation of endothelial nitric oxide synthase activity. Biosci Biotechnol Biochem. 2010;74(5):1055-61.

R B Ceddia. The role of AMP-activated protein kinase in regulating white adipose tissue metabolism. Mol Cell Endocrinol. 2013 Feb 25;366(2):194-203.

T Kondo, M Kishi, T Fushimi, S Ugajin, T Kaga. Vinegar intake reduces body weight, body fat mass, and serum triglyceride levels in obese Japanese subjects. Biosci Biotechnol Biochem. 2009 Aug;73(8):1837-43.

J Darzi, G S Frost, R Montaser, J Yap, M D Robertson. Influence of the tolerability of vinegar as an oral source of short-chain fatty acids on appetite control and food intake. Int J Obes (Lond). 2014 May;38(5):675-81.

D G Hardie, M L Ashford. AMPK: regulating energy balance at the cellular and whole body levels. Physiology (Bethesda). 2014 Mar;29(2):99-107.

B J Shim, H K Jeon, S J Lee, S S Kim, MY Park, D H Lee, W S Shin, J M Lee, H J Youn, W S Chung, K B Seung. The Relationship Between Serum Pentraxin 3 and Central Obesity in ST-Segment Elevation Myocardial Infarction Patients. Korean Circ J. 2010 Jul;40(7):308-13.

Recolher Fontes

Desenrole a Transcrição aqui

Será que o vinagre de maçã ajuda a perder peso?

O vinagre tem sido usado como um auxiliar na perda de peso durante quase 200 anos, mas será que funciona? Bem, assim como o molho de pimenta, pode ser uma maneira quase livre de calorias de acrescentar sabor aos alimentos, e agora há vários tipos de vinagre saborosos e exóticos como o de figo, pêssego e romã. Mas a questão é: há algo de especial no vinagre, que ajude na perda de peso? O vinagre é definido simplesmente como uma solução diluída de ácido acético, a qual gasta energia para o nosso corpo a metabolizar, ativando uma enzima chamada AMPK, que é como um medidor de combustível do nosso corpo. Se sentir que estamos em baixa, aumentará a produção de energia, dizendo ao corpo para parar de armazenar gordura e começar a queimá-la. E assim, considerando nossa epidemia de obesidade, é crucial desenvolver compostos orais com elevada biodisponibilidade para induzir a ativação crónica e segura da enzima AMPK, o que poderia ser potencialmente benéfico para uma perda de peso a longo prazo. No entanto, não há necessidade de desenvolver tal composto, se você puder comprá-lo em qualquer supermercado. Sabemos que o vinagre pode ativar a AMPK em células humanas, mas será que a dose colocada na salada é suficiente? Se você pegar células endoteliais, células que revestem os vasos sanguíneos, de cordões umbilicais depois de os bebés nascerem e as expuser a vários níveis de acetato, que é o que o ácido acético do vinagre se transforma no nosso estômago, a concentração parece precisar ser de pelo menos 100 para realmente dar um impulso significativo na AMPK. Então, quanto acetato entrará na sua corrente sanguínea se você borrifar cerca de uma colher de sopa de vinagre na salada? Você atinge 100, mas apenas durante cerca de 15 minutos. E mesmo nessa concentração, 10 a 20 minutos de exposição não parecem fazer muito. Agora isto é numa placa de Petri, mas não tínhamos nenhum estudo clínico até. . . tivemos! Um estudo duplo-cego investigou os efeitos da ingestão de vinagre na redução de gordura corporal em homens e mulheres com excesso de peso. Agora, eles chamam-lhes obesos mas na verdade eram mais magros do que a média norte-americana. No Japão, qualquer um com IMC acima de 25 é considerado obeso, enquanto o adulto americano médio está na faixa de 28,6. Mas, de qualquer forma, eles pegaram em cerca de 150 indivíduos com excesso de peso, e dividiram-nos aleatoriamente em três grupos: um grupo com dose elevada de vinagre, que tomava uma bebida contendo 2 colheres de sopa de vinagre de maçã por dia; um grupo com dose baixa, que tomava uma bebida contendo apenas 1 colher de sopa de vinagre de maçã por dia; e um grupo de controle com placebo, que tomava uma bebida ácida que desenvolveram para ter o mesmo sabor do vinagre, mas usando um tipo diferente de ácido, portanto não havia ácido acético. Não houve nenhuma outra alteração na dieta ou exercício. Na verdade, as dietas foram monitoradas e todos receberam pedómetros para que pudessem se certificar de que a única diferença significativa entre os três grupos era a quantidade de vinagre que recebiam a cada dia. Isto é onde começaram. Em apenas um mês houve quedas estatisticamente significativas no peso em ambos os grupos de vinagre em comparação com o placebo, com a dose mais elevada a sair-se melhor que a dose baixa, e apenas ficou melhor e… melhor, mês após mês. Na verdade, pelo terceiro mês, o grupo placebo, que não ingeria nada, na verdade ganhou peso, como as pessoas com excesso de peso tendem a fazer, enquanto nos grupos do vinagre o peso caiu significativamente. Agora, será que a perda de peso foi realmente significativa ou apenas estatisticamente significativa? Bem, isso é você quem decide, Isto é em quilogramas, logo… Comparado ao placebo, o grupo que tomava 2 colheres de sopa de vinagre por dia perdeu cerca de 2,2 kg no final das 12 semanas. Isso pode não parecer muito, mas eles conseguiram isso com apenas alguns centavos por dia, sem eliminar nada da sua dieta. E ficaram mais magros, perdendo quase 2,5 cm na cintura, sugerindo que estavam a perder gordura abdominal, mas os pesquisadores foram além e colocaram isso à prova. Eles passaram os sujeitos da pesquisa por tomografias abdominais para medirem diretamente a quantidade de gordura corporal nos seus corpos antes e depois. Mediram a quantidade de gordura superficial, gordura visceral e gordura corporal total. Gordura superficial é aquela sob a pele, responsável pelos braços flácidos e contribui para a celulite. Mas a gordura visceral é a assassina. Essa é a gordura, mostrada aqui em branco, que se acumula ao redor dos órgãos internos, projetando a barriga para fora. E esse era o tipo de gordura que o grupo placebo estava a acumular ao ganhar peso. Nada bom. Mas ambos os grupos com baixa e com alta dose de vinagre foram capazes de remover cerca de uma polegada quadrada de gordura visceral nesse corte da tomografia. Agora, como qualquer estratégia para perda de peso, só funciona se você a praticar. Um mês após pararem de tomar o vinagre, o peso voltou, mas essa é apenas uma evidência a mais de que o vinagre estava a funcionar. Mas como? Um grupo de pesquisadores no Reino Unido sugeriu uma explicação: as bebidas à base de vinagre são repulsivas. Eles prepararam uma assim chamada bebida palatável misturando um xarope de fruta e vinagre em água, e depois esforçaram-se para fazer uma bebida realmente ruim, intragável, ambas com vinagre de vinho branco, que eram tão desagradáveis que os sujeitos do estudo, na verdade, sentiam náuseas depois de bebê-las, por isso comiam menos da refeição que lhes era servida. Então aí está: o vinagre ajuda tanto no controle do apetite quanto na ingestão de alimentos, embora esses efeitos tenham sido em grande parte devido às misturas de vinagre frutado invocando sentimentos de náuseas. Então foi isso que aconteceu aqui? Os grupos que tomavam vinagre estavam apenas a comer menos? Não. Os grupos do vinagre comiam aproximadamente o mesmo em comparação com o placebo. Mesma dieta com maior perda de peso, graças, talvez, ao impacto do ácido acético na AMPK. Agora, as tomografias tornavam este estudo muito caro, então não fiquei surpreso ao saber que tinha sido financiado por uma empresa que vendia vinagres, o que é bom, já que de outra forma não teríamos estes dados incríveis. Mas também é mau, porque nos deixa sempre a pensar se a fonte de financiamento, de algum modo, não manipulou os resultados. Mas o que é bom no fato de as empresas financiarem estudos sobre alimentos saudáveis, seja uma empresa de kiwis ou o Conselho Nacional de Promoção da Melancia – confiram em watermelon.org – quer dizer… o que pode acontecer de pior? Nesse caso, por exemplo. Se as descobertas acabarem por ser falsas, no pior dos casos a sua salada ficaria apenas mais saborosa. Nutrição em Factos, a mais recente pesquisa em nutrição. Publicações em Português em Nutricao-em-Fatos.org
Recolher Transcrição

Imagem graças a raymondclarkeimages via Flickr.

Comments
  1. Vinagre e funçao arterial., este video diz “not found” já n deve estar disponivel…Será possivel confirmares isso nutriçao em fatos? :-D Obrigada

  2. Já está legendado, publicado e corrigido em cima. Obrigado.
    “Diz-fruit” dos restantes vídeos, e não se esqueça de partilhar, para ajudar outros a abraçarem novos níveis de saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *