Suplementos de Iodo Antes, Durante e Após a Gravidez

Qual a evidência de que todas as mulheres grávidas deviam seguir a recomendação da Associação Americana para a Tiroide de tomarem um suplemento diário de iodo.

Se ainda não o fizeram, podem subscrever aos novos vídeos aqui

Notas do Dr. Michael Greger

Isto poderá ser especialmente importante para mulheres que comem à base de plantas: Mulheres Veganas Grávidas em Risco de Deficiência de Iodo

Não que os vegetais do mar não sejam bons para a saúde em si mesmos. Vejam Qual a Alga Mais Protetora Contra Cancro da Mama?

Para mais vídeos sobre como ter uma gravidez saudável:

Tem uma questão para o Dr. Greger sobre este vídeo? Deixe-a na secção de comentários do original Iodine Supplements Before, During, and After Pregnancy e ele procurará responder-lhe!

Fontes citadas

C A Swanson, E N Pearce. Iodine insufficiency: a global health problem? Adv Nutr. 2013 Sep 1;4(5):533-5.

Public Health Committee of the American Thyroid Association, D V Becker, L E Braverman, F Delange, J T Dunn, J A Franklyn, J G Hollowell, S H Lamm, M L Mitchell, E Pearce, J Robbins, J F Rovet. Iodine supplementation for pregnancy and lactation-United States and Canada: recommendations of the American Thyroid Association. Thyroid. 2006 Oct;16(10):949-51.

P K Dasgupta, Y Liu, J V Dyke. Iodine nutrition: iodine content of iodized salt in the United States. Environ Sci Technol. 2008 Feb 15;42(4):1315-23.

S S Lim, T Vos, A D Flaxman, G Danaei, K Shibuya, H Adair-Rohani, M Amann, H R Anderson, K G Andrews, M Aryee, C Atkinson, L J Bacchus, A N Bahalim, K Balakrishnan, J Balmes, S Barker-Collo, A Baxter, M L Bell, J D Blore, F Blyth, C Bonner, G Borges, R Bourne, M Boussinesq, M Brauer, P Brooks, N G Bruce, B Brunekreef, C Bryan-Hancock, C Bucello, R Buchbinder, F Bull, R T Burnett, T E Byers, B Calabria, J Carapetis, E Carnahan, Z Chafe, F Charlson, H Chen, J S Chen, A T Cheng, J C Child, A Cohen, K E Colson, B C Cowie, S Darby, S Darling, A Davis, L Degenhardt, F Dentener, D C Des Jarlais, K, Devries, M Dherani, E L Ding, E R, Dorsey, T Driscoll, K Edmond, S E Ali, R E Engell, P J Erwin, S Fahimi, G Falder, F Farzadfar, A Ferrari, M M Finucane, S Flaxman, F G Fowkes, G Freedman, M K Freeman, E Gakidou, S Ghosh, E Giovannucci, G Gmel, K Graham, R Grainger, B Grant, D Gunnell, H R Gutierrez, W Hall, H W Hoek, A Hogan, H D Hosgood 3rd, D Hoy, H Hu, B J Hubbell, S J Hutchings, S E Ibeanusi, G L Jacklyn, R Jasrasaria, J B Jonas, H Kan, J A Kanis, N Kassebaum, N Kawakami, Y H Khang, S Khatibzadeh, J P Khoo, C Kok, F Laden, R Lalloo, Q Lan, T Lathlean, J L Leasher, J Leigh, Y Li, J K Lin, S E Lipshultz, S London, R Lozano, Y Lu, J Mak, R Malekzadeh, L Mallinger, W Marcenes, L March, R Marks, R Martin, P McGale, J McGrath, S Mehta, G A Mensah, T R Merriman, R Micha, C Michaudm V Mishra, K Mohd Hanafiah, A A Mokdad, L Morawska, D Mozaffarian, T Murphy, M Naghavi, B Neal, P K Nelson, J M Nolla, R Norman, C Olives, S B Omer, J Orchard, R Osborne, B Ostro, A Page, K D Pandey, C D Parry, E Passmore, J Patra, N Pearce, P M Pelizzari, M Petzold, M R Phillips, D Pope, C A Pope 3rd, J Powles, M Rao, H Razavi, E A Rehfuess, J T Rehm, B Ritz, F P Rivara, T Roberts, C Robinson, J A Rodriguez-Portales, I Romieu, R Room, L C Rosenfeld, A Roy, L Rushton, J A Salomon, U Sampson, R Sanchez-Riera L, Sanman E, Sapkota A, Seedat S, Shi P, Shield K, Shivakoti R, Singh GM, Sleet DA, Smith E, Smith KR, Stapelberg NJ, Steenland K, Stöckl H, Stovner LJ, Straif K, Straney L, Thurston GD, Tran JH, Van Dingenen, A van Donkelaar, J L Veerman, L Vijayakumar, R Weintraub, M M Weissman, R A White, H Whiteford, S T Wiersma, J D Wilkinson, H C Williams, W Williams, N Wilson, A D Woolf, P Yip, J M Zielinski, A D Lopez, C J Murray, M Ezzati, M A AlMazroa, ZA Memish. A comparative risk assessment of burden of disease and injury attributable to 67 risk factors and risk factor clusters in 21 regions, 1990-2010: a systematic analysis for the Global Burden of Disease Study 2010. Lancet. 2012 Dec 15;380(9859):2224-60.

S Y Lee, A M Leung, X He, L E Braverman, E N Pearce. Iodine content in fast foods: comparison between two fast-food chains in the United States. Endocr Pract. 2010 Nov-Dec;16(6):1071-2.

J J Gahche, R L Bailey, L B Mirel, J T Dwyer. The prevalence of using iodine-containing supplements is low among reproductive-age women, NHANES 1999-2006. J Nutr. 2013 Jun;143(6):872-7.

A Stagnaro-Green, S Sullivan, E N Pearce. Iodine supplementation during pregnancy and lactation. JAMA. 2012 Dec 19;308(23):2463-4.

R Pessah-Pollack, D C Eschler, Z Pozharny, T Davies. Apparent insufficiency of iodine supplementation in pregnancy. J Womens Health (Larchmt). 2014 Jan;23(1):51-6.

A M Leung, E N Pearce, L E Braverman. Sufficient iodine intake during pregnancy: just do it. Thyroid. 2013 Jan;23(1):7-8.

A Stagnaro-Green, M Abalovich, E Alexander, F Azizi, J Mestman, R Negro, A Nixon, E N Pearce, O P Soldin, S Sullivan, W Wiersinga; American Thyroid Association Taskforce on Thyroid Disease During Pregnancy and Postpartum. Guidelines of the American Thyroid Association for the diagnosis and management of thyroid disease during pregnancy and postpartum. Thyroid. 2011 Oct;21(10):1081-125.

E N Pearce. U.S. iodine nutrition: where do we stand? Thyroid. 2008 Nov;18(11):1143-5.

A M Leung, E N Pearce, L E Braverman. Iodine content of prenatal multivitamins in the United States. N Engl J Med. 2009 Feb 26;360(9):939-40.

Recolher Fontes

Desenrole a Transcrição aqui

Suplementos de Iodo Antes, Durante e Após a Gravidez

Embora a deficiência severa de iodo tenha sido eliminada nos Estados Unidos há quase um século, depois da introdução do sal iodado, a ingestão de iodo tem diminuído nas últimas décadas. Esforços de saúde pública para limitar o consumo de sal, para diminuir o risco cardiovascular, em conjunto com o aumento do uso de sal não iodado podem em parte ser a causa. Agora, não adicionar sal à comida é uma coisa boa, uma vez que o sódio é considerado o segundo assassino dietético no mundo, perdendo apenas para não comer bastante fruta, mas se você adicionar o sal de mesa, tenha certeza de que é iodado, pois é um mito, e muitas vezes também propaganda enganosa, que os chamados sais do mar “naturais” contém quantidades significativas de iodo. Frutas e vegetais fornecem iodo, mas as quantidades podem variar dependendo de onde são cultivados; quanto iodo há no solo. Uma vez que o iodo é particularmente importante para o desenvolvimento do cérebro do feto, há uma recomendação de que todas as mulheres norte-americanas que estão grávidas, a amamentar, ou mesmo a planear uma gravidez deviam ingerir suplementos dietéticos contendo 150mcg de iodeto de potássio por dia. Existe evidência de que elas não estejam a consumir o suficiente agora? Bem, gostaríamos de ver níveis de urina em mulheres grávidas maiores que 150, mas as mulheres grávidas nos EUA têm em média cerca de 125. Por exemplo, uma pesquisa recente em Nova Yorque mostrou que apenas cerca de metade das mulheres grávidas tinham o nível desejado. Mas a maioria das mulheres não toma vitaminas pré-natais? Apenas cerca de metade de multivitaminas pré-natais contêm algum iodo. e assim apenas cerca de 1 em cada 5 mulheres grávidas nos EUA estão a seguir as recomendações da Associação Americana para a Tiroide para tomarem um suplemento de iodo diariamente, especificamente sob a forma de iodeto de potássio em vez de algas, já que os níveis em algas estão sujeitos à variabilidade natural. Embora o teor de iodo estivesse 90% fora do suposto em alguns dos suplementos pré-natais de iodeto de potássio, os suplementos de algas variaram ainda mais, tanto quanto até 170%. Agora, a Associação Americana para a Tiroide admite que eles não têm provas de que os níveis limítrofes atuais de insuficiência estejam a levar a resultados indesejáveis, e assim a sua lógica de que todas as mulheres grávidas devem tomar suplementos de iodo é um pouco ténue, mas até que tais dados estejam disponíveis eles pensam que mais vale prevenir do que remediar. Um estudo de intervenção randomizado controlado por placebo responderia a questão de uma vez por todas, mas a evidência existente para a suplementação de iodo durante a gravidez é tão convincente que seria considerado antiético randomizar mulheres grávidas com um placebo. E assim, quando se trata de ingestão de iodo suficiente durante a gravidez, eu recomendo apenas tomar e pronto. Nutrição em Factos, o mais recente em pesquisa de nutrição. Publicações em Português em Nutricao-em-Fatos.org
Recolher Transcrição

Imagem graças a il-young ko via Flickr.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *