Sinergia entre Alimentos

Combinar certos alimentos juntos pode ser mais benéfico do que comê-los separadamente.

Se ainda não o fizeram, podem subscrever aos novos vídeos aqui

Notas do Dr. Michael Greger

Porque nos devíamos importar com o poder antioxidante dos alimentos? Vejam:

Se não está familiarizado(a) com este conceito de “reducionismo” veja alguns destes outros vídeos:

Tem uma questão para o Dr. Greger sobre este vídeo? Deixe-a na secção de comentários do original Food Synergy e ele procurará responder-lhe!

Fontes citadas
Desenrole a Transcrição aqui

Sinergia Alimentar

Existem milhares de fitoquímicos que nunca aparecerão na lateral de um pacote de cereais, mas poderiam desempenhar um papel na redução do risco de doenças crónicas, e isso são apenas os que conhecemos.
Sabemos que os alimentos vegetais integrais têm sido consistentemente reconhecidos como sendo protetores, e por isso é razoável que os cientistas tentem encontrar a bala mágica, o ingrediente ativo, para vendê-lo num comprimido, mas os comprimidos simplesmente não conseguem imitar essa combinação natural equilibrada de fitoquímicos presentes em frutas e legumes. Quando isolados, os compostos podem perder a sua atividade ou comportarem-se de forma diferente.
Acredita-se que as atividades antioxidantes e anticancerígenas de alimentos vegetais derivam do efeito aditivo ou sinérgico, o que significa que o conjunto pode ser maior do que a soma das suas partes. Isso ajuda a explicar por que uma pílula simplesmente não consegue substituir a interação complexa de fitoquímicos presentes nos alimentos vegetais integrais. Como T. Colin Campbell salientou, mais de 100 ensaios mostram, esmagadoramente, nenhum benefício a longo prazo de suplementos vitamínicos, juntamente com resultados preocupantes de que certos suplementos podem até aumentar o risco de diabetes, doenças cardíacas e cancro. A suplementação com óleo de peixe parece inútil ou pior; e contudo, a ciência não parece importar. As pessoas continuam a comprá-lo. O desejo do público para soluções rápidas através de comprimidos é esmagadora, especialmente quando se pode fazer dinheiro.
Cada planta tem milhares de diferentes fitoquímicos, e cada planta tem um perfil de fitonutrientes totalmente diferente, e assim podem haver efeitos sinergéticos também quando consumimos alimentos diferentes juntos. Assim como comer beta-caroteno na forma de cenoura é mais benéfico do que em forma de comprimido, por causa de todos os outros compostos da cenoura que pode sinergizar com o beta-caroteno, quando você mergulhar aquela cenoura em hummus, de repente você tem milhares de compostos de cenoura misturados com os milhares de compostos do grão de bico. E é exatamente disso que trata este estudo. O que acontece se você misturar diferentes frutas com vegetais diferentes com diferentes feijões?
Combinando alimentos entre diferentes categorias de facto, aumenta a probabilidade de sinergia. Por exemplo, aqui está o poder antioxidante de framboesas sozinhas, e aqui está a atividade antioxidante do feijão azuki sozinho. Então, se fosse rigorosamente um efeito aditivo, a combinação esperada viria até aqui. Mas o poder antioxidante observado da combinação foi maior do que qualquer um deles quando comido sozinho.
E quanto a efeitos anti-cancro? E se repetissem o estudo, mas desta vez tentando pingar diferentes combinações de alimentos em células de cancro da mama cultivadas numa placa de Petri? Às vezes pode-se obter os mesmos efeitos sinérgicos. Aqui está o que as uvas podem fazer para células de cancro da mama, suprimindo o seu crescimento cerca de 30%, mas cebolas funcionou ainda melhor, cortando o crescimento de células de cancro da mama pela metade. Agora, se se juntasse metade de cada um, assumir-se-ia que obteríamos algo no meio entre o dois – numa média dos dois. Mas em vez disso, os pesquisadores obtiveram isto: suprimindo o crescimento de células de cancro em até 70%. Assim, o todo junto com o todo foi maior do que a soma de todas as partes. E assim, eles recomendam às pessoas comerem uma variedade de alimentos, talvez adicionar algumas passas, juntamente com cebolas vermelhas cortadas na sua próxima salada? Onde está o dinheiro nisso? Não, a razão pela qual eles estavam a investigar os diferentes tipos de interações foi para identificar misturas que poderiam levar ao desenvolvimento de algo como funyuns (rodelas de milho e cebola fritas) com sabor de uva ou algo assim. Nutrição em Factos, o mais recente na pesquisa em nutrição. Publicações em Português em nutricao-em-fatos.org
Recolher Transcrição

Imagem graças a unsplash via Pixabay..

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *