Porque é que os fritos podem causar cancro?

Fritos podem causar cancro, acrilamida, batatas fritas, aminas heterocíclicas, cancro da mama, cancro da próstata

No mais recente estudo sobre padrões alimentares e risco de cancro de mama em mulheres, uma alimentação mais saudável foi associada com a eliminação de três quartos da probabilidade de cancro de mama, enquanto que comer menos saudável foi associado com quase oito vezes as probabilidades. Incluído no padrão alimentar pouco saudável encontrava-se o consumo de alimentos fritos, que foram anteriormente associados ao cancro de mama, cancro pancreático, cancro de pulmão, cancro da boca e garganta, cancro do esófago, e cancro da laringe. Nada de fritos? Como é que vai fazer uma “beldade do sul”? Em vez de alimentos fritos, que tal a dieta tradicional do sul, caracterizada por ser rica em verduras cozidas, feijão, legumes, repolho, batata doce e pão de milho, a qual pode reduzir significativamente o risco de cancro de mama invasivo?

E então quanto ao consumo de alimentos fritos e risco de cancro da próstata? Pesquisadores do Centro de Pesquisa de Cancro Fred Hutchinson e da Universidade de Washington descobriram que comer batatas fritas, frango frito, peixe frito, e donuts foi associado com cerca de um terço maiores chances de cancro da próstata. Após estratificar quanto à agressividade do tumor, eles encontraram associações ligeiramente mais fortes com doença mais agressiva, o que sugere que a ingestão regular de alimentos fritos pode igualmente contribuir para a progressão do cancro da próstata.

O que há nos alimentos fritos que é tão mau para nós? Apenas o aquecimento do óleo a tais temperaturas pode gerar compostos potencialmente cancerígenos, e, em seguida, cancerígenos conhecidos tais como aminas heterocíclicas e hidrocarbonetos aromáticos policíclicos formam-se quando os músculos de frangos e peixes são cozinhados àquela temperatura. Plantas fritas, por outro lado, podem formar acrilamida.

Eu fiz um vídeo sobre a acrilamida em 2008, sugerindo que é um cancerígeno humano provável (Veja Acrylamide in French Fries). Desde então, estudos têm sugerido que as mulheres grávidas poderão querer cortar nas batatas fritas para proteger o crescimento do corpo e cérebro do seu bebé. Baseado num estudo (em destaque no meu vídeo Cancer Risk from French Fries) dar a pessoas um pequeno pacote de batatas fritas todos os dias durante um mês, agora parece que a acrilamida poderá igualmente causar inflamação, o que poderia explicar o seu alegado papel na progressão do cancro.

Ingestão de acrilamida tem sido associada com cancro do endométrio, cancro do ovário, cancro do pulmão, cancro do rim, e cancro de esófago. Quanto risco de cancro estamos a falar? Pesquisadores de Taiwan examinaram o risco de cancro ao longo da vida e o consumo de batatas fritas. Os pesquisadores pegaram nas batatas fritas porque elas compreendem, de longe, a maior contribuição percentual de acrilamida nas dietas de crianças. Eles estimaram que, no máximo, um ou dois meninos e meninas em cada dez mil desenvolveriam cancro a comerem batatas fritas que eles não teriam desenvolvido se não tivessem comido batatas fritas. Portanto, não é tão mau quanto comer algo como peixe frito ou frango frito, mas de quanto é que estamos a falar?

O nível de risco de cancro em ambos os meninos e meninas associado a batatas fritas depende de por quanto tempo e a que temperatura estão a ser fritas. Na Europa, a indústria alimentar jurou que eles iriam regular eles próprios e controlar o número de frituras para diminuir os níveis de acrilamida, mas ainda estamos para ver qualquer alteração posterior nos níveis de acrilamida das batatas fritas.

Os investigadores continuam a insistir que a temperatura de fritura deve ser tão baixa quanto possível e que o tempo de fritura deve ser tão curto quanto possível, “mantendo uma qualidade de sabor”, claro. Nós não iríamos querer reduzir o risco de cancro demasiado, elas poderão não saber tão bem!

O branqueamento das batatas previamente reduz a formação de acrilamida, mas as empresas de batata frita queixam-se de que, não apenas iria estragar o sabor, como iria reduziria as propriedades nutricionais por lixiviação de alguma da vitamina C. Mas se estamos a contar com batatas fritas para obter a nossa vitamina C, a acrilamida é, provavelmente, a menor das nossas preocupações.

Mais sobre aminas heterocíclicas:

Existem algumas coisas que podemos fazer para contrariar os efeitos destes agentes cancerígenos, contudo:

Eu toco em hidrocarbonetos aromáticos policíclicos em Meat Fumes: Dietary Secondhand Smoke e Is Liquid Smoke Flavoring Carcinogenic?
Certas gorduras podem igualmente desempenhar um papel na sobrevivência ao cancro da mama: Breast Cancer Survival, Butterfat, and Chicken e Breast Cancer Survival and Trans Fat.

PS: Se ainda não o fez, pode subscrever aos meus vídeos gratuitamente aqui e ver as minhas apresentações ao vivo de análise anual:

– Dr. Michael Greger

Crédito de imagem: Kim Love / Flickr

Atribuições

Porque é que os fritos podem causar cancro?

Traduzido do original “Why Deep Fried Foods May Cause Cancer”, escrito por Dr. Michael Greger a 16 de Julho de 2015 no blog de nutrição médica do Dr. Greger em NutritionFacts.org

Recolher Atribuições

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *