Gordura Castanha: Perder Peso pela Termogénese

Tecido Adiposo Castanho é um órgão singular que queima gorduras para criar calor, melhorando a regulação de temperatura em bebés e a perda de peso em adultos.

Se ainda não o fizeram, podem subscrever aos novos vídeos aqui

Notas do Dr. Michael Greger

Lamento ter-vos deixado pendurados. Fiquem atentos ao próximo vídeo Estimular a Gordura Castanha Através da Alimentação (Legendado em Português).

Abordei brevemente no papel que as temperaturas frias podem desempenhar na perda de peso, no vídeo A Dieta do Gelo.

E depois, claro, há calorias que entram (Abordagem Densa em Nutrientes na Gestão do Peso Corporal) e calorias que saem (Quanto Exercício para Sustentar a Perda de Peso).

Tem uma questão para o Dr. Greger sobre este vídeo? Deixe-a na secção de comentários do vídeo original e ele procurará responder-lhe!

Fontes citadas

E Colman. Dinitrophenol and obesity: an early twentieth-century regulatory dilemma. Regul Toxicol Pharmacol. 2007 Jul;48(2):115-7.

R Perkins. A Study of Munitions Intoxications in France. Public Health Reports. 1919 Oct;34(2335-2374).

J Grundlingh, PI Dargan, M El-Zanfaly, DM Wood. 2,4-dinitrophenol (DNP): a weight loss agent with significant acute toxicity and risk of death. J Med Toxicol. 2011 Sep;7(3):205-12.

WC Cutting, HG Merhtens, ML Tainter. Actions and Uses of Dinitro-phenol. Metabolism. 1933 Jul;101(3): 193-195.

FH Rodin. Cataracts Following the Use of Dinitrophenol: A Summary of Thirty-Two Cases. Cal West Med. 1936 Apr;44(4):276-9.

YC Chen, AM Cypess, YC Chen, M Palmer, G Kolodny, CR Kahn, KK Kwong. Measurement of human brown adipose tissue volume and activity using anatomic MR imaging and functional MR imaging. J Nucl Med. 2013 Sep;54(9):1584-7.

FS Celi. Brown adipose tissue–when it pays to be inefficient. N Engl J Med. 2009 Apr 9;360(15):1553-6.

AM Cypess, S Lehman, G Williams, I Tal, D Rodman, AB Goldfine, FC Kuo, EL Palmer, YH Tseng, A Doria, GM Kolodny, CR Kahn. Identification and importance of brown adipose tissue in adult humans. N Engl J Med. 2009 Apr 9;360(15):1509-17.

T Yoneshiro, S Aita, M Matsushita, T Kameya, K Nakada, Y Kawai, M Saito. Brown adipose tissue, whole-body energy expenditure, and thermogenesis in healthy adult men. Obesity (Silver Spring). 2011 Jan;19(1):13-6.

C Cohade, KA Mourtzikos, RL Wahl. “USA-Fat”: prevalence is related to ambient outdoor temperature-evaluation with 18F-FDG PET/CT. J Nucl Med. 2003 Aug;44(8):1267-70.

T Yoneshiro, S Aita, M Matsushita, T Kayahara, T Kameya, Y Kawai, T Iwanaga, M Saito. Recruited brown adipose tissue as an antiobesity agent in humans. J Clin Invest. 2013 Aug;123(8):3404-8.

PL Janssens, R Hursel, EA Martens, MS Westerterp-Plantenga. Acute effects of capsaicin on energy expenditure and fat oxidation in negative energy balance. PLoS One. 2013 Jul 2;8(7):e67786.

M Saito, T Yoneshiro. Capsinoids and related food ingredients activating brown fat thermogenesis and reducing body fat in humans. Curr Opin Lipidol. 2013 Feb;24(1):71-7.

T Yoneshiro, S Aita, Y Kawai, T Iwanaga, M Saito. Nonpungent capsaicin analogs (capsinoids) increase energy expenditure through the activation of brown adipose tissue in humans. Am J Clin Nutr. 2012 Apr;95(4):845-50.

Recolher Fontes

Desenrole a Transcrição aqui

Gordura Castanha: Perdendo Peso Pela Termogénese

Durante a 2ª Guerra Mundial, descobriu-se que muitos dos químicos para os explosivos nos quais trabalhavam tinham efeitos tóxicos ou até letais em trabalhadores nas fábricas de munições, químicos tais como dinitrofenol ou DNP, que aumentam tanto o metabolismo que os trabalhadores foram encontrados ao longo da estrada após o trabalho, cobertos em suor, com uma temperatura de 41 graus Celsius ,ou até 42, antes de morrerem, e até depois de morrerem, as suas temperaturas continuavam a subir como se fossem derreter. Mas em doses subagudas, os trabalhadores diziam ter emagrecido de forma notável após terem trabalhado várias horas com o químico. Isso deixou alguns farmacologistas de Stanford excitados com as “aplicações metabólicas promissoras” do DNP. Uma dose e o nosso metabolismo basal sobe 30%, um verdadeiro remédio para emagrecer. As pessoas começaram a perder peso sem efeitos secundários aparentes como resultado do seu tratamento de redução de peso. Pelo contrário, eles sentiram-se ótimos, até que milhares de pessoas começaram a ficar cegas e a cair mortas de hiperpirexia, febre fatal do calor criado pela queima da gordura. E claro, continuou a ser vendido. “Aqui, finalmente, está um remédio para reduzir o peso que lhe vai trazer a figura que os homens admiram e as mulheres invejam, sem perigo para a sua saúde nem alterações no seu modo de vida regular. Sem dieta, sem exercício!” e funcionava, mas o índice terapeutico era estreito como uma lâmina, uma diferença de uma lâmina entre a dose eficaz e a dose mortal. Só quando milhares sofreram danos irreversíveis é que o tiraram do mercado. Até que, claro, foi trazido de volta através da Internet para aqueles que estão mortinhos por emagrecer. Há uma maneira pela qual o nosso corpo queima gordura naturalmente para criar calor, contudo. Quando nascemos, passamos de uns agradáveis e tropicais 37, no útero da nossa mãe diretamente para a temperatura do quarto, e estamos todos transpirados e pegajosos. Isto representa um desafio para a termoregulação, para mantermos a temperatura quente do nosso corpo. Como mecanismo de adaptação, o surgimento de um orgão único há cerca de 150 milhões de anos, permitiu aos mamíferos manterem as nossas temperaturas corporais altas. Esse orgão singular chama-se tecido adiposo castanho ou TAC, cujo papel é consumir calorias de gordura, gerando calor em resposta à exposição ao frio A gordura branca nas nossas barrigas armazena gordura, mas a gordura castanha, localizada acima entre as nossas omoplatas, queima gordura. É essencial para a termogénese, a criação de calor em recém-nascidos, mas é considerada desnecessária em adultos, tem sido considerada desnecessária, os quais têm taxas metabólicas mais altas e massa muscular aumentada para tiritarem e nos aquecerem se aluma vez ficarmos frios. Costumávamos pensar que simplesmente encolhiam até desaparecerem quando crescíamos, mas se estava lá, então poderia, potencialmente, fazer uma grande diferença no número de calorias que queimamos todos os dias, mas supostamente superámos essa necessidade. Mas quando os PET scans foram inventados para detetarem tecidos ativos metabólicamente como cancro, os oncologista continuaram a encontrar zonas quentes nas regiões do pescoço e nos ombros que em tomografia computorizada [TAC scan) revelaram serem não cancros mas apenas gordura. Então alguns radiologistas notaram que eles apareciam em pacientes principalmente durante os meses frios de inverno. E quando vimos mais de perto as amostras tiradas de pessoas que tinham tido cirurgias ao pescoço, encontrámo-la: gordura castanha em adultos. A mensagem comum destes estudos é que o Tecido adiposo castanho está presente e ativo em adultos, e quanto mais temos e quanto mais ativo estiver, mais magros somos. E podemos ativar rapidamente a nossa gordura castanha que queima gorduras, pela exposição a temperaturas frias. Por exemplo, se ficares num quarto frio por duas horas, em roupa interior, e puseres as pernas num bloco de gelo durante quatro minutos em cada cinco minutos, podes provocar um aumento notável em gasto energético graças à ativação de gordura castanha. Ena, estes estudos apontam para uma potencial intervenção natural para estimular o gasto energético: desliga o aquecimento e queima calorias (e reduz a tua pegada ecológica no processo!) Mas graças àqueles de nós que preferem não colocar as pernas num bloco de gelo a nossa gordura castanha também pode ser ativada por alguns alimentos, tais como os que vamos cobrir no próximo vídeo. Nutrição em Factos, a mais recente pesquisa em nutrição.

Clique aqui para baixar a transcrição

Recolher Transcrição

Imagem graças a Billy Wilson.

[quickshare]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *