Que Frutas e Vegetais Estimulam a Reparação do DNA

Há 800 incidentes de danos ao DNA nos nossos corpos por hora. Que alimentos nos ajudam a remendá-los de novo: maçãs, brócolis, aipo, couve chinesa, limão, alface, laranja, diospiro, ou morango?

Se ainda não o fizeram, podem subscrever aos novos vídeos aqui

Notas do Dr. Michael Greger

Se não é da vitamina C, o que poderá ser? Esse é o tópico do meu próximo vídeo Casca de Citrinos e Cancro: Gosto pela Vida?

Surpresos que o benefício do limão tenha sido eliminado pela cozedura? Descubra que vegetais poderá ser melhor comer cru no meu vídeo O Melhor Método de Cozinhar (Legendado em Português).

Falo em alho cru versos cozinhado em Inibindo a Ativação de Plaquetas com Alho e Cebola.

Tem uma questão para o Dr. Greger sobre este vídeo? Deixe-a na secção de comentários do original Which Fruits and Vegetables Boost DNA Repair? e ele procurará responder-lhe!

Fontes citadas
Desenrole a Transcrição aqui

Que Frutas e Vegetais Promovem a Reparação do DNA?

À luz de observações notavelmente consistentes em muitos estudos populacionais, não há dúvida de que o consumo habitual de dietas ricas em frutas e vegetais ajuda na redução do risco de desenvolvimento de doenças degenerativas, incluindo muitos tipos de cancros. Não satisfeitos com apenas dizer às pessoas para comerem as suas frutas e vegetais, os cientistas querem saber o mecanismo. Frutas e vegetais não são apenas veículos para antioxidantes; eles contêm inúmeros fitonutrientes que podem impulsionar as nossas enzimas de desintoxicação, modular a expressão genética e até o reparo do DNA. Até recentemente, presumia-se generalizadamente que funções tão importantes, como o reparo do DNA, eram improváveis de serem afetadas pela nutrição, mas se se comparar gémeos idênticos com gémeos fraternos, apenas cerca de 1/2 a 3/4 da função de reparo do DNA é geneticamente determinada; o resto, poderemos ser capazes de controlar. Estima-se que, em média, hajam 800 casos de danos ao DNA nos nossos corpos… por hora. Isso são 19.000 danos ao nosso DNA todos os dias. E esse dano ao DNA pode causar mutações que podem dar origem a cancro – se não for reparado. Felizmente, a regulação do reparo ao DNA pode ser adicionada à lista de processos biológicos que são influenciados por aquilo que comemos – e, especificamente, que isto pode constituir parte da explicação para os efeitos preventivos de cancro de muitos alimentos à base de plantas. Alguma planta em particular? Nove frutas e vegetais foram testados para ver qual era mais capaz de impulsionar o reparo do DNA: limões, diospiros, morangos, laranjas, choy sum, que é como uma couve chinesa pequena, brócolis, aipo, alface e maçãs. Quais deles cortaram a meta? Quer adivinhar? Limões, diospiros, morangos, brócolis, aipo e maçãs, cada um conferiu proteção do DNA em doses muito baixas. Aqui está o que limões podem fazer, por exemplo. Corta danos ao DNA em cerca de um terço. Foi a vitamina C? Não. Remover a vitamina C do extrato de limão não removeu o efeito protetor. Contudo, se se fervesse o limão primeiro, durante 30 minutos, o efeito era perdido. Nutrição em Factos, a mais recente pesquisa em nutrição. Publicações em Português em Nutricao-em-Fatos.org
Recolher Transcrição

Ver fontes das imagens na publicação original

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *