Restaurantes Fast Food em Hospitais Pediátricos

Restaurantes Fast Food e McDonalds em Hospitais Pediátricos

A indústria alimentar gasta bilhões em publicidade. Os custos de promoção de barras de chocolate individuais pode andar nas dezenas de milhões. O McDonald’s sozinho gasta um bilhão de dólares [1000.000.000] em publicidade por ano. Tais números tornam anão o investimento anual de milhões de dólares do Instituto Nacional do Câncer a promover o consumo de frutas e legumes ou os 1,5 milhões gastos em educação sobre colesterol. Esse McBilião chega bem longe.

As preferências alimentares das crianças estão a ser moldadas pelo McDonald’s, mesmo antes de aprenderem a apertar os sapatos. Com a tenra idade de três a cinco anos, os pré-escolares preferiram o sabor dos alimentos e bebidas se achavam que eram do McDonald’s. Isto acontecia mesmo para as cenouras — cenouras bebé colocadas num saco com logotipo do McDonald’s, relataram eles, tinham melhor sabor. E se elas ficarem doentes, podem continuar a comer McDonald’s no hospital.

Quase 1 em cada 3 hospitais infantis têm um restaurante de fast food lá dentro, levando os pais a terem uma percepção mais positiva quanto à salubridade dos alimentos do McDonald’s (Veja Hospitais Vendem Doença). Também podem simplesmente comprar os direitos do nome: O Hospital Infantil Ronald McDonald, por exemplo. Nos Hospitais virados para o ensino, porém, Krispy Kreme está no topo da lista. Os hospitais poderão querer rever a ideia de servir fast food de alto teor calórico no mesmo lugar onde também cuidam dos mais gravemente doentes.

Esta é uma reminiscência da luta contra o tabaco na década de 1980, quando os defensores da saúde pública fizeram sugestões radicais, tais como não vender tabaco em hospitais. Ao trabalhar para tornar os nossos hospitais livres de fumo, tornamo-nos parte de uma campanha global para eliminar completamente o flagelo do tabaco. A tarefa é difícil, mas também era erradicar a varíola. Talvez seja tempo de se parar de vender a doença em hospitais.

Para mais informações sobre as entidades de saúde a apaziguarem a indústria de junk food, vejam o meu vídeo Colaboração com os Novos Vetores da Doença. Mesmo a Academia de Nutrição e Dietética, a organização de nutricionistas registados, tem muito da história obscura que eu documento perto do final da minha apresentação de revisão anual de 2014 From Table to Able.

Mesmo eu sendo cínico fiquei surpreendido pela hostilidade de minha profissão contra a nutrição. Veja:

Com saúde,

– Dr. Michael Greger

PS: Se ainda não o fez, pode subscrever aos meus vídeos gratuitamente aqui e ver as minhas apresentações ao vivo de análise anual:

Crédito de imagem: davef3138 / Flickr

Atribuições

Restaurantes de Fast Food em Hospitais Pediátricos

Traduzido do original “Fast Food Restaurants in Children’s Hospitals”, escrito por Dr. Michael Greger a 21 de Junho de 2016 no blog de nutrição médica do Dr. Greger em NutritionFacts.org

Recolher Atribuições

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *