Porque Certos Compostos de Plantas Podem Imitar a Restrição Alimentar

Compostos em plantas imitam benefícios da restrição calórica, ou restrição alimentar, na longevidade

Um novo conceito, chamado xenohormesis, surgiu para explicar o mistério de porque tantas moléculas de plantas interagem e modulam reguladores-chave da nossa fisiologia de maneiras que são benéficas para a nossa saúde (explicado mais aprofundadamente no meu vídeo, Xenohormesis: O que Não Mata as Plantas Pode Tornar-nos Mais Fortes.

Basicamente, hormesis é o princípio biológico de “sem esforço não há ganho”. Estresses leves como o exercício podem desencadear uma resposta protetora que leva a defesas reforçadas a longo prazo. Mas em vez de nos expormos ao fator estressante para acionar as defesas do nosso corpo e reforçar a proteção contra fatores estressantes futuros, por que não deixarmos as plantas levarem com ele? Deixemos as plantas ficarem estressadas ​​porque, incrivelmente, as moléculas de resposta ao estresse em plantas podem ativar as mesmas respostas de proteção em humanos. Xenohormesis “explica como as plantas ambientalmente estressadas ​​produzem compostos bioativos que podem conferir resistência ao estresse e benefícios de sobrevivência aos animais que as consomem.” Podemos ir às cavalitas da sua sofisticada resposta ao estresse. De facto, a maioria dos efeitos benéficos para a saúde conhecidos de plantas comestíveis são atribuíveis às substâncias farmacologicamente activas de respostas ao stress das plantas.

Hormesis pode ser o porquê da restrição da dieta poder levar à extensão do tempo de vida. O estresse leve colocado sobre o corpo por não comer o suficiente pode ativar uma ampla variedade de vias de proteção dentro do corpo, elevando as defesas anti-inflamatórias e antioxidantes. Os nossos corpos estão a preparar-se para a escassez de alimento que eles acham que está prestes a acontecer. Então, haverá uma maneira de explorar os benefícios da restrição alimentar para prevenir a doença crónica? Obviamente, “restringir cronicamente a ingestão de alimentos não é uma estratégia de saúde realista para a maioria das pessoas – é difícil para a maioria das pessoas até mesmo cortar a ingestão de alimentos 10-20% (dada a poderosa compulsão evolutiva para se comer). Uma alternativa mais viável pode ser a de ativar as vias de resposta ao estresse induzido por restrição alimentar mas por outros meios.”

Por outras palavras, xenohormesis.

Se nós fizermos as plantas passarem fome, elas fazem a mesma coisa que os mamíferos fazem: ativam vias de preservação. Então, vamos deixar a planta enfrentar a adversidade para criar as moléculas que desencadeiam resistência ao estresse celular, alteram o metabolismo e melhoram a resistência a doenças, e depois é só destiná-las para os mesmos usos nos nossos próprios corpos.

A razão pela qual os fitonutrientes como o resveratrol em uvas, a curcumina na especiaria açafrão, e ECGC no chá verde são chamados de “miméticos de restrição alimentar” é porque eles imitam os efeitos fisiológicos da restrição alimentar. Isto poderá não ser coincidência, porque as plantas produziram estes compostos para salvarem os seus próprios traseiros verdes da escassez. Logo, ao invés de termos que andar por aí a morrer de fome o tempo todo, graças à xenohormesis, poderemos ser capazes de deixar as plantas suportarem o peso e permitir-nos aproveitar as dificuldades de outras espécies como meio para promover a nossa própria saúde.

Se este assunto lhe interessa, certifique-se de ver o meu vídeo onde introduzi o tema: Apropriando-se das Defesas das Plantas.

Anteriormente introduzi o conceito de hormesis nos meus vídeos Recuperação Melhorada em Atletas Sem Prejudicar a Adaptação e O Fumo Líquido É Cancerígeno?

De que outra forma poderíamos obter os benefícios da restrição alimentar sem passarmos fome? Veja:

Com saúde,

– Dr. Michael Greger

PS: Se ainda não o fez, pode subscrever aos meus vídeos gratuitamente aqui e ver as minhas apresentações ao vivo de análise anual:

Crédito de imagem: KylaBorg / Flickr
[quickshare]

Atribuições

Porque Certos Compostos de Plantas Podem Imitar a Restrição Alimentar

Traduzido do original “Why Certain Plant Compounds May Mimic Dietary Restriction”, escrito por Dr. Michael Greger a 3 de Setembro de 2015 no blog de nutrição médica do Dr. Greger em NutritionFacts.org

Recolher Atribuições

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *