Como é que a Carne Causa Inflamação?

Como a carne causa inflamação, doença de Crohn, bactérias e endotoxinas

O efeito anti-inflamatório de dietas à base de plantas tem mais que se lhe diga do que apenas o poder das plantas. É também o evitar alimentos de origem animal. No meu blog, na semana passada, Tratando a Doença de Crohn com Dieta, perfilei o poder extraordinário de uma dieta até mesmo semi-vegetariana para acalmar a doença inflamatória intestinal. Sabemos desde há 14 anos que uma única refeição de carne, laticínios e ovos desencadeia uma reação inflamatória dentro do corpo no espaço de horas após o consumo. Isto resulta num enrijecimento das nossas artérias (pode ver a curva de resposta arterial no meu video de 4 minutos A Teoria do Intestino Permeável do Porquê os Produtos de Origem Animal Causarem Inflamação). Em 5 ou 6 horas, a inflamação começa a acalmar, mas então o que acontece? Hora do almoço! Nessa altura, podemos castigar as nossas artérias com outra carga de produtos de origem animal para o almoço. Com esta rotina, podemos ficar emperrados numa zona perigosa de baixo grau de inflamação crónica durante a maior parte das nossas vidas. Isto pode criar-nos condições para doenças inflamatórias como a doença cardíaca, diabetes e certos tipos de cancro, uma refeição de cada vez.

O quê exatamente está a causar a inflamação induzida pela carne? Inflamação é uma resposta imunitária a uma ameaça percebida, mas o que é que o corpo está a atacar? Ao inicio, os cientistas pensavam que poderia ser a proteína animal, que é pensada como sendo a culpada em certos tipos de artrite. Contudo, reações inflamatórias similares foram desencadeadas por chantilly, que é, na maior parte, simplesmente gordura animal. Após terem cavado mais fundo, os pesquisadores descobriram que depois de uma refeição de produtos de origem animal, a corrente sanguínea fica poluída com toxinas bacterianas conhecidas como endotoxinas. Não admira que haja tanta inflamação! Mas de onde estão a vir as endotoxinas?

Endotoxinas provém de bactérias. Onde é que há montes de bactérias? No nosso intestino. Assim, os pesquisadores calcularam que talvez a gordura animal saturada estivesse a causar que o nosso revestimento do intestino se tornasse permeável, permitindo que as nossas próprias bactérias escorregassem para a nossa corrente sanguínea. Experimentos em ratos mostraram que de facto a gordura saturada tornou os seus intestinos permeáveis, e então, durante anos esta foi a teoria predominante a respeito de porquê os produtos de origem animal causaram inflamações nas horas após o consumo. Foi apenas recentemente que os pesquisadores se aperceberam que isso não fazia qualquer sentido.

No meu vídeo de 2 minutos, A Teoria da Endotoxina Exógena, ilustrei a falha crítica à teoria do intestino permeável: o intervalo de tempo. O aumento da inflamação após uma refeição de carne, laticínios e ovos começa dentro de apenas uma hora após a ingestão, mas a nossa flora intestinal não está no nosso intestino delgado, mas sim seis metros mais abaixo no nosso intestino grosso. Pode levar horas aos alimentos para chegarem lá, então o que se estava a passar? Se as endotoxinas bacterianas não estavam a vir do nosso intestino, talvez estivessem a vir dos alimentos.

Pela primeira vez na história, 27 géneros alimentícios comuns foram testados e encontrou-se equivalentes de endotoxinas em alimentos como carne de porco, aves, laticínios e produtos de ovos, bem como em certos alimentos fermentados. Poderão as endotoxinas serem eliminadas da carne pela cozedura? Descubra no vídeo conclusivo da série, Endotoxemia por Bactérias da Carne Mortas.

A gordura saturada também parece ter outros efeitos deletérios, como o aumento do risco de doença cardíaca (consulte Bloqueando a Primeira Etapa da Doença Cardíaca e Ingestão Máxima Tolerável de Zero) e o encurtar da vida aos sobreviventes de cancro da mama (Sobrevivência ao Cancro da Mama, Gordura Láctea e Frango ). Para saber mais sobre alimentos que combatem a inflamação, vejam os meus vídeos Combater a Inflamação numa Casca de Noz [resumidamente] e Efeitos Anti-inflamatórios das Batatas Roxas.

– Dr. Michael Greger

PS: Se ainda não o fez, pode subscrever aos meus vídeos gratuitamente aqui e ver as minhas apresentações ao vivo de análise anual:

Crédito de imagem: woodleywonderworks / Flickr

Atribuições

Como é que a Carne Causa Inflamação?

Traduzido do original “How Does Meat Cause Inflammation?”, escrito por Dr. Michael Greger a 20 de Setembro de 2012 no blog de nutrição médica do Dr. Greger em NutritionFacts.org

Recolher Atribuições

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *