Alterando a Dieta de um Homem Após um Diagnóstico de Câncer de Próstata

Poderão os apelos à masculinidade e virilidade ajudar os homens com câncer de próstata a alterarem a sua dieta de modo a melhorarem a sua sobrevivência?

Se ainda não o fizeram, podem subscrever aos novos vídeos aqui

Notas do Dr. Michael Greger

Eu disse reverter a progressão de câncer? Vejam Reversão de Câncer Através da Dieta?.

Mais sobre prevenção e sobrevivência ao câncer de próstata em Sobrevivência ao Câncer de Próstata: O Rácio A/V e Câncer da Próstata e Leite Orgânico vs. Leite de Amêndoa (Legendado em Português).

Mais sobre manter a função sexual masculina:

Tem uma questão para o Dr. Greger sobre este vídeo? Deixe-a na secção de comentários do original Changing a Man’s Diet After a Prostate Cancer Diagnosis e ele procurará responder-lhe!

Fontes citadas

J P Horwood, K N Avery, C Metcalfe, J L Donovan, F C Hamdy, D E Neal, J A Lane. Men’s knowledge and attitudes towards dietary prevention of a prostate cancer diagnosis: a qualitative study. BMC Cancer. 2014 Nov 5;14:812.

L W Mróz, G E Chapman, J L Oliffe, J L Bottorff. Men, food, and prostate cancer: gender influences on men’s diets. Am J Mens Health. 2011 Mar;5(2):177-87.

T Hopfgarten, J Adolfsson, L Henningsohn, E Onelöv, G Steineck. The choice between a therapy-induced long-term symptom and shortened survival due to prostate cancer. Eur Urol. 2006 Aug;50(2):280-9.

E Chung, M Gillman. Prostate cancer survivorship: a review of erectile dysfunction and penile rehabilitation after prostate cancer therapy. Med J Aust. 2014 Jun 2;200(10):582-5.

A Frey, J Sønksen, H Jakobsen, M Fode. Prevalence and predicting factors for commonly neglected sexual side effects to radical prostatectomies: results from a cross-sectional questionnaire-based study. J Sex Med. 2014 Sep;11(9):2318-26.

A Stibbe. Health and the Social Construction of Masculinity in Men’s Health Magazine. Men and Masculinities July 2004 vol. 7 no. 1 31-51.

C J Nelson, P T Scardino, J A Eastham, J P Mulhall. Back to baseline: erectile function recovery after radical prostatectomy from the patients’ perspective. J Sex Med. 2013 Jun;10(6):1636-43.

C J Nelson, S Lacey, J Kenowitz, H Pessin, E Shuk, A J Roth, J P Mulhall. Men’s experience with penile rehabilitation following radical prostatectomy: a qualitative study with the goal of informing a therapeutic intervention. Psychooncology. 2015 Dec;24(12):1646-54.

D Wittmann, M Carolan, B Given, T A Skolarus, H Crossley, L An, G Palapattu, P Clark, J E Montie. What couples say about their recovery of sexual intimacy after prostatectomy: toward the development of a conceptual model of couples’ sexual recovery after surgery for prostate cancer. J Sex Med. 2015 Feb;12(2):494-504.

Ornish D, Weidner G, Fair WR, et al. Intensive lifestyle changes may affect the progression of prostate cancer. J Urol. 2005;174(3):1065-9.

Recolher Fontes

Desenrole a Transcrição aqui

Alterando a Dieta de um Homem Após um Diagnóstico de Câncer da Próstata

Um diagnóstico de câncer é visto como um momento de aprendizagem em medicina, onde podemos tentar levar as pessoas a comerem mais saudável, mas a pesquisa sugere que os pacientes com câncer do sexo masculino em particular podem estar relutantes em introduzir modificações dietéticas. Isto tem sido atribuído a alterações dietéticas muitas vezes vistas como estando a imitar comportamentos alimentares “femininos” , tais como enfatizar um aumento em frutas e vegetais.
Embora uma alimentação saudável possa melhorar a sobrevivência a longo prazo, poucos homens com câncer de próstata fazem mudanças na dieta para fazerem avançar o seu bem-estar. Muitos dos ensaios de sobrevivência ao câncer, por exemplo, requeriam uma adesão a dietas rigorosas, à base de plantas, e embora pesquisadores tenham tentado fornecer programas de educação e aconselhamento extensivos em nutrição, a aderência à dieta ainda assim era um desafio. A forma como Dean Ornish foi, aparentemente, capaz de reverter a progressão do câncer de próstata com uma dieta à base de plantas foi entregando refeições preparadas à sua porta de casa, os homens que figuravam eram tão preguiçosos que simplesmente comiam seja lá o que fosse colocado à frente deles. Afinal, a cultura masculina tende a incentivar os homens a escolherem alimentos de conveniência, carne e cerveja. Peguem na revista ‘Men’s Health’ [Saúde dos Homens], por exemplo. Incluído na sua lista de coisas, os homens nunca deveriam pedir desculpa por: gostarem do McDonald’s, não oferecerem uma alternativa vegetariana, e rirem-se de pessoas que comem mistura de nozes, passas e chocolates. Apresentava artigos com títulos como, “Vegetais São para as Meninas”, e secções como “Homens e Carne: Há Apenas Um Tipo de Carne de que Gostamos Mais, E Ainda Assim, Seria Melhor se Ela Soubesse Grelhar”
Para apelar às sensibilidade do sexo masculino, os médicos são aconselhados a usarem metáforas do ‘corpo como máquina’, enquadrando a saúde dos homens em termos de objetos mecânicos, como carros a pedirem afinação. Mas se os homens estão tão preocupados com a sua masculinidade e virilidade, talvez devêssemos, em vez disso, compartilhar um pouco sobre o que o tratamento do câncer da próstata implica. A próstata está situada na base do pénis, e então, quando se a remove o seu interior com uma prostatectomia radical, perde-se cerca de 2,5 centímetros do pénis, SE … ficar ereto de todo. Apenas 16% dos homens submetidos ao procedimento irão recuperar o seu nível pré-cirúrgico de funcionamento erétil. Os pacientes são normalmente cotados em taxas de disfunção erétil de cerca de 60% ou 70%, mas os estudos geralmente consideraram recuperação da função erétil como apenas a capacidade de manter uma erecção dura o suficiente para a penetração cerca de 50% do tempo. Então, pô-lo em pé ocasionalmente é considerado recuperação. Mas quando um cirurgião diz a um paciente que ele vai recuperar a função, o paciente provavelmente assume que isso significa o tipo de função que tinham antes da cirurgia. E isto acontece apenas 16% das vezes, e apenas 4% das vezes em homens com mais de 60. Apenas 1 em cada 25 conseguem ter a sua função sexual de base de volta. E não são apenas ereções, mas outros problemas como OAP, dor associada ao orgasmo, mesmo anos mais tarde, e incontinência urinária durante os preliminares, a estimulação ou o orgasmo. A grande maioria dos casais sobreestimam quanta função vão recuperar. Casais relataram sentimento de perda e desgosto. Ter câncer já é mau o suficiente sem as perdas adicionais.
Pensar-se-ia que seria suficiente para motivar os homens a melhorarem as suas dietas, mas quase um quarto dos homens recém-diagnosticados com cancro da próstata declaram que prefeririam ter as suas vidas encurtadas do que viverem com uma dieta que proíbe a carne de vaca e porco. Mais homens preferem ser impotentes do que melhorarem a sua dieta. Parece que os prazeres da carne podem por vezes até sobrepor-se aos prazeres da carne. Nutrição em Factos, a mais recente pesquisa em nutrição. Publicações em Português em Nutricao-em-Fatos.org
Recolher Transcrição

Imagem graças a TaniaVDB via Pixabay.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *